domingo, 19 de maio de 2013

TEM QUE SER DO SERTÃO PRA ENTENDER

quem pequeno mudar pra capital
pouco a pouco se esquece dos costumes
do cheirinho do mato e dos perfumes
e na estrada a caminho de Natal
toda vez que avistar um "animal"
qualquer coisa se mexe no seu ser
que é difícil demais se esquecer
quão cheiroso é curral na invernia
Mas, sem jeito é explicar com poesia
"TEM QUE SER DO SERTÃO PRA ENTENDER"

Pedro Torres
6:42
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...