segunda-feira, 6 de maio de 2013

Quem passar no castelo da saudade Dê lembrança ao amor que já foi meu

Quando tudo se fez mais complicado
Nossa história virada pelo avesso
Indo em busca de um novo endereço
Me perdi pela estrada do passado
Fui num bosque de sonhos encantado
Onde o amor mais bonito floresceu
Nosso reino de luz que ali nasceu
Se perdeu não vê mais a claridade
Quem passar no castelo da saudade
Dê lembrança ao amor que já foi meu

Quando o tédio se arrancha em nossos dias
E a lembrança de alguém só nos magoa
É difícil querer que outra pessoa
Nos dê ânimo pra o amor e poesias.
Porque a falta nos tira as alegrias
E a tristeza não traz quem se perdeu
Se um de nós por acaso se esqueceu
Não fui eu, e só resta outra metade...
"Quem passar no castelo da saudade
Dê lembrança ao amor que já foi meu"

Pedro Torres
Mote: Poeta Ednei
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...