terça-feira, 28 de maio de 2013

O peito guarda o momento Que a mente quer esquecer.

Toda a nossa imperfeição
Tem um qualquer de perfeito
Que a lógica perde o efeito
Nos assuntos da paixão
Coração perde a razão
Ninguém manda no querer
Sem ter medo de sofrer
E, mesmo com sofrimento
"O peito guarda o momento
Que a mente quer esquecer."

Nós tentamos nos deixar
No mínimo umas mil vezes
Fomos rudes, descorteses
Ficamos sem se falar
Buscamos nos afastar
De um jeito torto de ser
Pra as algemas desprender
Na chave do esquecimento
"E o peito guarda o momento
Que a mente tenta esquecer"

Pedro Torres
Mote: Mariana Véras
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...