domingo, 19 de maio de 2013

Mas, não negue ser minha primavera Do contrário, que morra apaixonada

Diga a todos que já não me ama mais
Ou, melhor, diga até que nunca amou
Que só raiva de mim foi que restou
Pra esse amor hoje é tarde demais
Nosso "filme" não tá mais em cartaz
E você nunca foi por mim amada
Que entre nós jamais existiu nada
Fale toda a "verdade", o que se espera?!
Mas, não negue ser minha primavera
Do contrário, que morra apaixonada

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...