quinta-feira, 23 de maio de 2013

"Manoel atingiu a perfeição Na conduta, bondade e poesia."

Pela homenagem do Balaio Cultural de Tuparetama ao Poeta Manoel Filó, meu tio e padrinho, eu tentei no mote de Felisardo Moura Nunes

Construindo castelos de amizade
Com as pedras mais rijas do carisma
Da humildade, do humor, por esse prisma
Manoel foi um rei, não é verdade?
Padeceu, como todos, de saudade
E sofreu ao faltar-lhe uma alegria
Mas, na vida quem tem FilóSOFIA
Tem um reino de amor no coração
"E Manoel atingiu a perfeição
Na conduta, bondade e poesia."

Perfeição nessa vida se completa
Ao voltarmos pra casa do Maestro
De quem dá nessa vida todo o Estro
Para uns poucos que cumprem Sua meta
E "Padrinho" na vida foi poeta
Pois, sofreu pra tentar uma alforria
Labutou, percorreu com alegria
Os caminhos da sua imperfeição
Aqui vimos cumprir esta missão
Mas, Manoel a cumpriu com poesia.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...