segunda-feira, 27 de maio de 2013

Dez minutos de amor sendo com ela Vale o resto da vida sem amar

Pelo cheiro da flor da goiabeira
Que se encontra no pé do seu cangote
Feito a água fresquinha de um pote
De seu beijo no bom da brincadeira
No arrepio que dá quando me cheira
Que é treinada na arte do cheirar
Do carinho que faz pra me ganhar
E o calor que só tem no abraço dela
Dez minutos de amor sendo com ela 
Vale o resto da vida sem amar

Pelo brilho do olhar, por toda a luz
Por seu riso bonito e radiante
Pela dose do beijo inebriante
Das belezas sublimes que conduz
Toda cor da manhã em tons azuis
Do seu jeito sincero de abraçar
E o perfume das árvores do lugar
Toda vez que eu voltar da casa dela
Dez minutos de amor sendo com ela 
Vale o resto da vida sem amar

Pedro Torres
Mote: Luiz Homero

Um comentário:

  1. Bom dia, Pedro. Lindo demais! Existem pessoas tão especiais a quem amamos, que um pouco da sua presença, atenção, amor e carinho, é como se fosse um alimento quase eterno.
    Parabéns!
    Beijos na alma e boa semana!

    ResponderExcluir

Direito à Réplica Poética...