quarta-feira, 15 de maio de 2013

Amores tantos se perdem Por faltar siceridade

Amores tantos se perdem
Por faltar siceridade
E por sobrar egoísmos
Nos dispêndios da vaidade
Que a conta fica impagável
Na fatura da saudade.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...