sexta-feira, 12 de abril de 2013

Que um poeta que canta o que ele sente Traz calor para os dias mais sombrios

Curió poeta!

Ao curió não se explica a poesia
Pois já nasce sabendo a melodia
Traz no peito o calor da cantoria
Para os dias tristonhos e mais frios
Na saudade que canta, tão pungente
Toda dor que ele canta dói na gente
Que um poeta que canta o que ele sente
Traz calor para os dias mais sombrios

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...