terça-feira, 9 de abril de 2013

Que a saudade chegou batendo a porta No silêncio de um peito abandonado.

Da janela das minhas ilusões
Vejo sonhos de amor passando nela
Sinto a brisa do amor soprar por ela
No cansaço das minhas frustrações...
Quando os ventos mudaram direções
Fiz a soma dos erros do passado
Pela conta do amor fui derrotado
Quem ganhou, quem perdeu já não me importa
Que a saudade chegou batendo a porta
No silêncio de um peito abandonado.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...