sexta-feira, 12 de abril de 2013

Poderei esquecê-la, mas, se um dia Me arrancarem do peito o coração.

Cachoeira de fontes minerais
Madrugada de luz no firmamento
Plenilúnio, luar do sentimento
Paz sonora da concha do além mais.
Fios d’ouros, luzido de cristais
Dias meus recheados de emoção
Santa nuvem no céu do meu sertão
Com a chuva a cair na manhã fria
Poderei esquecê-la, mas, se um dia
Me arrancarem do peito o coração.

Pedro Torres
Acho que o mote é de Jó Patriota.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...