domingo, 7 de abril de 2013

No teu beijo eu percebi Que eu tava era com abstinência...

Eu andei sentindo uns frios
Durante essa tua ausência
Sentindo o corpo tremer
Pensando que era carência
Só depois quando te vi
No teu beijo eu percebi
Que eu tava era com abstinência...

Pedro Torres

2 comentários:

  1. Boa noite, Pedro. Gostei de todos os poemas da primeira página que eu li, tanto que marquei.
    Achei interessante a poesia compacta mas com sentido.
    Fique na paz!
    Sigo o teu espaço co0m prazer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo carinho e elogios Patrícia Pinna! Fico feliz que tenha gostado. E volte por aqui que sempre tem novidades.

      A poesia concreta parnasiana nordestina é de fato belíssima.

      Bom dia!

      Excluir

Direito à Réplica Poética...