quinta-feira, 18 de abril de 2013

Não há razão nem lamentos Que justifique a ferida

Não há razão nem lamentos
Que justifique a ferida
E é melhor viver a vida
Sem mágoa ou ressentimentos...
Mas, me perco em pensamentos
Recordando o que já fomos
Como saborear dos gomos
De um limão que trava e arde
Quando percebo que é tarde
Que nada mais hoje somos

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...