terça-feira, 30 de abril de 2013

Meu coração já não bate Sentindo a dor do abandono

Meu coração já não bate
Sentindo a dor do abandono
Como um jardim bem florido
Com a chegada do outono
Que as flores se emurcheceram
Pra planta pegar no sono.

Pedro Torres

2 comentários:

  1. Descanso ao coração, da dor do abandono logo chega o acordar do amor adormecido, junto ao florir da nova estação. Beijo Pedro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante o quanto tu captas a poesia. É sublime poetisa!

      Beijo!

      Excluir

Direito à Réplica Poética...