segunda-feira, 15 de abril de 2013

E o único defeito dela É a marca da vacina.

Na primeira vez que a vi
Meu coração pulsou forte
Para merecer seu porte
Fiz: "prece à colibri"
E nunca mais me esqueci
Do olhar dessa menina
Como a água cristalina
Da cachoeira mais bela
E o único defeito dela
É a marca da vacina.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...