terça-feira, 9 de abril de 2013

A saudade virá batendo a porta Do casebre do sonho abandonado.

Não reclamo ter erros cometido
Por deixarem algum ensinamento
Necessário pro nosso sentimento
Se voltar, voltar mais, fortalecido.
Na memória do que foi "já esquecido"
Só lembranças de um tempo conturbado
Que deixou nosso peito amordaçado
No silêncio que tanto desconforta
A saudade virá batendo a porta
Do casebre do sonho abandonado.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...