sábado, 13 de abril de 2013

A outra

Nosso amor convalescente
Por toda a dor e finais
Das distâncias abissais
Que tanto maltrata a gente

Pôs um fim infelizmente
Pra nós dois como casais
E hoje não somos mais
O mesmo de antigamente

Lutamos com o coração
Perdemos toda a emoção
Embora contra a vontade

E hoje, amor meu, veja bem
Já arranjei outro alguém
E o nome dela é “Saudade”

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...