sábado, 30 de março de 2013

Só na dor da saudade que a gente Sente o quanto nós dói uma lembrança.

Mote: Pedro Torres e Cicinho Moura

Só na dor da saudade é que a gente
Sente o quanto nos dói uma lembrança.

Me senti com o tempo convencido
Que não mais existia sentimento
Mas,no erro do meu convencimento
Conheci que não tinha te esquecido
Logo aí percebi que fui traído
Em mim mesmo perdi a confiança
Sua falta pesando na balança
Se mostrou cada vez mais renitente
Só na dor da saudade é que a gente
Sente o quanto nos dói uma lembrança.

Cicinho Moura

Nada sinto de dor no peito meu
Da saudade que eu tenho acumulada
Como a rosa que foi despetalada
Sem perder o sabor do cheiro seu...
Se o meu peito do seu já se esqueceu
Foi, talvez, por faltar a segurança
No passado, bem antes da mudança
Sem deixar esperança pro presente
Só na dor da saudade que a gente
Sente o quanto nós dói uma lembrança.

Pedro Torres

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...