sábado, 16 de março de 2013

Saudade é que nem caipora

Saudade é que nem caipora
Subindo e descendo morro,
Não deixa rastro nem cheiro
Corre mais do que eu corro,
E tem me dado lapadas
Pensando que sou cachorro.

Jailton Lopes
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...