segunda-feira, 25 de março de 2013

Quem faz brinquedo de amor Finda virando brinquedo.

Hoje eu vi a flor passando
Muito bem acompanhada
Esnobando gargalhada
Mas me olhou disfarçando
Quando foi se aproximando
Me acenou com o dedo
E disse: me amas em segredo?
E eu só rindo disse flor,
Quem faz brinquedo de amor
Finda virando brinquedo.

Marquinhos Da Serrinha

Um comentário:

Direito à Réplica Poética...