sábado, 16 de fevereiro de 2013

Terminou-se o namoro e eu fiquei Doze meses pagando as prestações

Numa história narrada por Sarah Menezes eu inventei um mote e convidei o Poeta Kayson Oliveira Pires e Bandeira Junior e a gente fez:

~Discografia de Chico Buarque

Nosso amor era um mundo de alegria
Tantas juras eternas entre a gente
Que comprei até "Chico" de presente
E te dei toda a discografia
Mas, depois por uma ironia
Terminamos as nossas relações
Eu gastei todas minhas emoções
Não valesse o presente que te dei
Terminou-se o namoro e eu fiquei
Doze meses pagando as prestações

Pedro Torres

Por alguém empenhei a confiança
Dedicando o carinho e o apreço
Um amor que ninguém sabia o preço
Pois só tinha o cacife da bonança
O montante na conta da esperança
Superava os limites dos cartões
Mas um ano no luto de ilusões
Foi o saldo assim que te deixei
Terminou-se o namoro e eu fiquei
Doze meses pagando as prestações

Kayson Oliveira Pires

Como ela, mulher interesseira,
Nesse mundo garanto que não vi,
Meu limite de créditos explodi,
Devo ao LIS e o carnê da financeira,
Eu não tenho um centavo na carteira
Deixei ela em ótimas condições,
Era o centro de todas atenções,
Do perfume ao sapato, eu quem banquei...
Terminou-se o namoro e eu fiquei
Doze meses pagando as prestações.

Bandeira Júnior

"Apesar de você", "O que será",
"O malandro", "Sou eu", "Chega de mágoa",
"Sem você", "Foi assim", "A gota d´água",
"Tanto amor", "Vai passar", "Olê olá"...
"Já passou", "Hoje", "Cálice", "Sabiá",
Às "Mulheres de Atenas", "Mil perdões",
"Amanhã", "Ninguém sabe","Os meus refrões",
Um "Alô, liberdade", "Até pensei"...
Terminou-se o namoro e eu fiquei
Doze meses pagando as prestações.

Orlando Queiroz

Investi em você como se investe
Numa conta bancaria na poupança
Dei anéis de brilhante e aliança
E essas roupas de marca que hoje veste.
Foi em Londres, Paris e Budapeste
Que vivemos tão belas emoções
Hotéis caros, passagens de aviões
O que foi de melhor eu lhe ofertei
Terminou-se o namoro e eu fiquei
Doze meses pagando as prestações.

Carlos Aires
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...