sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Que não tem uma alma levantada Se ela não possuir um coração.

Dona mídia a senhora tá me vendo?
Não percebe como eu estou agora
Os minutos passados viram hora
O que resta de mim, estar morrendo.
Eu não sei o que está acontecendo
Mas não sinto uma chuva no meu chão
E pra isso não tem divulgação
Essa terra ficará toda enlutada
Que não tem uma alma levantada
Se ela não possuir um coração

Já fui forte o bastante, mas cansei
O Planalto também me deu um fora
Dona Dilma, pra mim num deu nem "bola"
E você dona mídia eu procurei
Mas a sua atenção eu não ganhei
E cadê essa tal transposição?
Foi dinheiro jogado e tudo em vão
Minha cor tá ficando desbotada
Que não tem uma alma levantada
Se ela não possuir um coração

O 'progresso' que tem num canto escrito
Num pedaço de pano, uma bandeira...
Tão achando que isso é brincadeira
Mas não tenho mais força de dar grito
Compaixão de vocês, ainda insisto
Pois ainda sou vida, sou sertão
Pra vocês eu não passo de um torrão
E essa 'ordem' porque tá tão calada?
Que não tem uma alma levantada
Se ela não possuir um coração.

O meu corpo está em emergência
E os pipas são todos ambulâncias
Carregando consigo as substâncias
Essa cena é forte é sem clemência
E pra quem inda tem a consciência
Isso aqui já não serve de sermão
Mas é só uma forma de lição
De uma terra que é sempre dispersada
Que não tem uma alma levantada
Se ela não possuir um coração.

O meu gado tá magro não tem pasto
O meu verde não sei onde ele entrou
Asa branca também me desprezou
Eu me sinto perdido nesse vasto
Essa copa tem tido tanto gasto
E eu aqui to mais quente que vulcão
Compre ao menos pra mim esse caixão
Que eu vou me tornar terra penada
Que não tem uma alma levantada
Se ela não possuir um coração.

Um Brasil que é tão rico e miserável
Um país que não sabe o que é poder
Vão deixar o seu órgão então morrer
Isso é mesmo uma coisa lastimável
E vocês se fingindo de amigável
Baixa a luz enganando o cidadão
Aumentando esse gás na contra mão
Mas pra isso eu não quero enxergar nada
Que não tem uma alma levantada
Se ela não possuir um coração.

Eu sou grande, porém já estou morto
E só Deus é quem vai ressuscitar
Pro meu corpo poder verde ficar
E eu voltar outra vez a ser um porto
Pra ficar bem retinho  e não mais torto
Pra florar outra vez a região
Pra cantar e falar eu sou sertão
Essa cena vai ser  realizada
Que não tem uma alma levantada
Se ela não possuir um coração.

Poetisa Dayane Rocha
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...