quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Que a distância é igual alto falante Pra gritar pelo nome da saudade.

No silêncio que impera entre a gente
Minha fala se sente enrouquecida
Calo o grito pra dor não ser ouvida
Mas, sentida, no íntimo somente
O seu nome me vem constantemente
Mas, parece que é só para a maldade
De gritar bem alto uma vontade
Numa caixa do peito ressonante
Que a distância é igual alto falante
Pra gritar pelo nome da saudade.

Pedro Torres

Minha voz de gritar já tá bem rouca
Os meus becos sem ti são sem saída
Sem caminho sem rumo é minha vida
Eu já fui bem normal, hoje sou louca
Esperança que resta tá bem pouca
Onda anda essa minha alacridade
Qual estado ou então em que cidade
Tá morgado o que chamam de semblante
A distância é igual alto falante
Pra gritar pelo nome da saudade.

Dayane Rocha
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...