quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Os tesouros da vida são a soma Dos momentos de luz do coração

Outra estrofe magnífica enviada Por Vera Nunes para o Decanto de Poetas, simplesmente brilhante:

Os tesouros da vida são a soma
Dos momentos de luz do coração

Não maldigo a doçura que provei
Nos teus lábios do néctar da doçura
O que era pra ser só uma aventura
Me pegou pelo o braço e eu voltei;
Talvez digam até que eu errei
Que pintei sem as tintas da razão
Mas quem bebe do poço da paixão
Delicia-se nas águas que se toma
Os tesouros da vida são a soma
Dos momentos de luz do coração

Alberto Batista
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...