sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Matemática injusta...

Pra fazer do amor o meu protesto
E obter no final o valor bruto
Resolvi os fatores do produto
Acrescendo a ‘um juro’ desonesto
Resultou-me pra mim somente o resto
Sem faltar meu amor pra essa soma
Matemático do amor sem ter diploma
Fiz de beijos o amor multiplicado
Entretanto colhi por resultado
Só saudade que o meu peito doma.

Pedro Torres

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...