quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Chega já pra você a intimação Por tu quase matar-me de saudade

Carolina Monteiro disse: "caso chegue uma intimação teu culpando da minha morte,não reclame nem ache ruim,foi  culpa sua" e eu pensei:

O meu peito de tanto baculejo
Da distância rompendo uma barreira
Na saudade inclemente sem fonteira
Tá clamando, com sede do desejo
Quase morto por falta do teu beijo
Numa dor tão silente e sem alarde
Que o meus olhos secaram, chega arde
E eu te digo assim meu coração:
Chega já pra você a intimação
Por tu quase matar-me de saudade

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...