terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

A saudade passou batendo palma, No casebre da minha solidão

No mote da conterrânea Mariana Teles eu fiz:

Na silente tortura da saudade
Vou 'curando' a dor de uma ausência
Aventura que faz dessa existência
Dias negros, em toda claridade,
Pra calar-me da voz vil da vontade
E esse grito que vem do coração
Pego 'Os Barcos' na voz da Legião
E sacudo no meio da minha alma
E a saudade que passa bate palma
No casebre da minha solidão.

Pedro Torres

Mote: 'A saudade passou batendo palma, No casebre da minha solidão.'
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...