quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Se não queres a mim me dar carinho Vou gozando a vida em liberdade

Como o rio que passa no meu peito
Vou vivendo do rio que passou
Estas águas do querer que hoje estou
É tentando encontrar um novo leito
Se esquecer do que passa não tem jeito
Eu navego com fé e com vontade
Desviando as torrentes de saudade
Pelas curvas perigosas do caminho
Se não queres a mim me dar carinho
Vou gozando a vida em liberdade

Pedro Torres

O poeta Danillo Barbosa fez no mote:

Se nós fomos felizes algum dia
Desse dia eu nem me lembro mais
Emoções entre nós não são iguais
E não há o sentimento que havia
Se um dia já foi tudo alegria
Já não ha entre nós cumplicidade
E o amor não é mais uma verdade
Se era flor hoje só sobrou espinho
Se não queres a mim me dar carinho
Vou gozar minha vida em liberdade

Danillo Barbosa

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...