segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Se a distância maltrata um estradeiro A saudade o machuca nos detalhes

A saudade é estar sempre presente
Tão somente a lembrança de alguém
É querer ver de novo, tudo bem
Mas, sem ver, fica tudo diferente...
Numa cena de um filme comovente
Que se passa sem cortes... sem retalhes...
Nem que muitos perfumes tu espalhes
Não te livras das marcas de um cheiro
Que a distância maltrata um estradeiro
E a saudade o machuca nos detalhes

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...