quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Quando batem as seis horas

No mote do Poeta Alexandre Morais eu disse:

Faz-se um silêncio profundo
Aproxima-se a hora calma
É quando se sente n'alma
O ser ficar mais fecundo
No globo vil tão rotundo
Que se vive das escoras
Já farto dessas demoras
Corre a lágrima fugidia
Sentindo o peso do dia
Quando batem as seis horas

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...