segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

O poeta é um ser iluminado, Que faz verso com arte e sentimento

No mote do Poeta João Paraibano:

Tanta dor em um peito não tem cura
Pro poeta é tudo uma alegria
Faz um verso de amor na poesia
Não importa se há dor da criatura
E nem liga também pra falsa jura
De um amor que era puro fingimento
Pois reclama somente do momento
Quando viu ser seu beijo desprezado
O poeta é um ser iluminado,
Que faz verso com arte e sentimento

Tanto canta na dor como alegria
O poeta passeia por mundos tão estranhos
Sem ligar pro tamanho dos 'arranhos'
Pois da dor também nasce a poesia
Como a luz que clareia ao meio dia
Toda sombra pra ele é firmamento
E na arte do verso encontra alento
Pro seu peito de dores tão marcado
O poeta é um ser iluminado,
Que faz verso com arte e sentimento

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...