quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Que poeta é um louco, muito embora, O que canta não o faz por teoria

No tema sugerido pela amiga Núbia Morais Marcolino, com a participação da poetisa Dayane Rocha a gente desenvolveu a ideia e eu fiz:

O poeta é um louco sonhador
Que sentindo uma dor que não é sua
Rasga a alma da gente e deixa nua
Pra expor cicatrizes do amor
...'É servir a quem vence o vencedor'
Já dizia Camões na poesia
Se foi bom, se sentiu muita alegria
Se doeu, Se chorou, pois também chora
Que poeta é um louco, muito embora,
O que canta não o faz por teoria

Pedro Torres

O poeta é um ser iluminado
Traz na verve poética as decisões
Ele habita um mundo de ilusões
Que o leva a um lugar inusitado
Tem que está no presente e no passado
Pra o futuro faz sua profecia
Pode ser na tristeza ou alegria
Dia ou noite não lhe importa a hora
Que poeta é um louco, muito embora,
O que canta não o faz por teoria.

Carlos Aires
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...