sábado, 26 de janeiro de 2013

No mural que só se mantém restrito Pra pegar outro tolo apaixonado

Como fosse o quintal de uma esfinge
Onde quem não decifra ela devora
Seu mural de recados toda hora
Um passante inocente ela atinge
Os antigos recados já restringe
Pra enganar algum besta ali parado
Que só vê um ou outro seu recado
Junto a outros recados, lá escrito
No mural que só se mantém restrito
Pra pegar outro tolo apaixonado

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...