quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Inda tenho em meu peito uma ferida Sem querer sempre volto a machucar.

No mote da Poetisa Dayane Rocha eu fiz:

Certos dias a saudade me apavora
Sinto o cheiro bem forte do perfume
O motivo maior do meu queixume
Que seu corpo exalava, muito embora
Eu não sinta mais o cheiro de outrora
Sinto a dor no meu peito maltratar
Vou ao bar 'tomar uma pra passar
Mas, não passa e fica até mais dolorida
Inda tenho em meu peito uma ferida
Sem querer sempre volto a machucar.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...