quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Como pode o 'amor' ser esse frio, Se não tem uma 'Antárctica' pra apagar?

Falam tanto do frio na barriga
Que acontece em nós quando se ama
Eu bem sei que é um dizer de fama
E não quero causar nenhuma intriga
Mas, o fogo do amor que nos obriga
E nos bate queimando sem cessar
Na urgência mais doida de se amar
Nos fazendo queimar em desvario
Como pode o 'amor' ser esse frio,
Se não tem uma 'Antárctica' pra apagar?

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...