quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Um crime impossível

Imagine o assassinato
De um amor resistente
Você com pena de pato
Furando o peito da mente
E um juiz estupefato
Te declarando inocente

Um grande amor que invade
Você pensa que assassina
Mas, não cometeria maldade
É o que o direito ensina
Que não há crime na verdade
E nem há lei que o defina

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...