sábado, 8 de dezembro de 2012

Se eu pudesse encontrar quem mais amei Livraria da dor meu Coração!

No embalo que o poeta Cicinho Moura pegou no verso do poeta Ozéas Fabrício eu imaginei:

Visitei certo dia a rua antiga
Procurando encontrar a casa dela
Perguntei a quem lá morava nela
Se sabia onde anda minha 'amiga'
No CD que tocava uma cantiga
E a resposta da mulher do casarão
Era cantada ao som da Legião.
'Ela não mora mais aqui', escutei
Se eu pudesse encontrar quem mais amei 
Livraria da dor meu Coração!

Pedro Torres

A parte destacada no verso diz da Letra da Legião Urbana da Música Acrilic on Canvas

Às vezes é difícil esquecer:
"Sinto muito, ela não mora mais aqui"
Mas então, por que eu finjo
Que acredito no que invento?
Nada disso aconteceu assim
Não foi desse jeito
Ninguém sofreu
É só você que me provoca essa saudade vazia
Tentando pintar essas flores com o nome
De "amor-perfeito"
E "não-te-esqueças-de-mim"
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...