segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Peço a Deus que me mande outra vida Pra eu gastar sentindo esta mesma dor

Eu não devo culpar a tua pouca idade
Ou estes teus medos por vezes infantis
Mas, algumas palavras cruéis e tão vis
De pessoas que só vivem da maldade
É fato que vou sentir muita saudade
Também é fato que 'distância cura amor'
Já dizia Cervantes o grande professor
E, se o tempo não curar essa ferida
Peço a Deus que me mande outra vida
Pra eu gastar sentindo esta mesma dor

Pedro Torres

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...