domingo, 30 de dezembro de 2012

Ninguém dita os meus passos No meu torto caminhar

Ninguém dita os meus passos
No meu torto caminhar
Somente o amor divino
Clareia meu estradar
Vago sozinho à esmo
Carregado por mim mesmo
Buscando me encontrar

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...