quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Verdades poéticas

Se falar a verdade nos liberta
Não te prendas a uma falsidade
Tome doses bem puras de verdade
E não finjas falar por indireta
Que a alma sedenta do poeta
Não escapa fingindo história triste
Nem declama o amor se não existe
Mas, se assim se der teu proceder
E calares o que tinhas pra dizer
Não lamente o destino que pediste

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...