sábado, 17 de novembro de 2012

Teu sorriso é como a lua Sorrindo para o poeta

Teu sorriso é como a lua
Sorrindo para o poeta
Quando ela está completa
Ilumina a face sua
É calor urgente de rua
É fogueira com ardor
De tão bonito esplendor
Que deixa poeta 'aluado'
E quando é apaixonado
Brilha na noite do amor

Esse teu sorriso lunar
Quando ele está crescente
Deixa o céu tão contente
Que faz poeta cantar
Encanta os peixes do mar
Quando está na fase cheia
O céu todo se incendeia
Brilha com toda vontade
Revelando na claridade
A força dessa candeia

Quando surge no horizonte
Mesmo na fase minguante
Faz o marinheiro errante
Usar sua luz como fonte
Guia o poeta navegante
Ao retornar da pescaria
Às vezes nasce de dia
Acompanhada do sol
Como se num crisol
Aquecesse a poesia

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...