sábado, 17 de novembro de 2012

Teu ser

Nas águas cristalinas do teu ser
A luz não encontra resistência
De tão clara a sua incidência
Chega ao leito do íntimo querer
Mas, se acaso, um dia acontecer
Da tormenta ameaçar teu plano
Não altera teu curso soberano
Que as águas perenes deste rio
Correm mansas vencendo o desafio
E deságuam em um lindo oceano

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...