terça-feira, 20 de novembro de 2012

Paixão domingueira

Tudo quanto eu pedi a deus
Dos sonhos todos que espero
De todos o que mais quero
É ter você nos braços meus
Meus abraços junto aos teus
Tu fazendo café, de cozinheira
E eu atrapalhando: Poeta cheira?!
E tu dizendo: Poeta, o almoço...
E eu cheirando o teu pescoço
Numa paixão domingueira.

Pedro Torres

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...