quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Ontem, morreu um pedaço de mim

Ontem, morreu um pedaço de mim
E o resto que ficou inda arde
Na fogueira de sonhos dessa tarde
Vi nossos sonhos chegando ao fim
As cinzas que restaram, no jardim,
Foram por nós dois então lançadas
Nas raízes das flores ali plantadas
Brotaram flores de lindas cores
Colorindo de azul as nossas dores
Perfumando de dor as madrugadas

Pedro Torres

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...