segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Meu amor sempre pende pro teu lado Sem ninguém inclinar nossos caminhos

A poetisa Mariana Véras, de inspiração divina, disse:

Um caminho sem curva, nem buraco
Sem atalhos errados, sem destino
Viajante num turno matutino
Com o sol despertando o brilho opaco
Quando eu chego na noite sem casaco
Sinto falta de alguém pra dar carinhos
Pra formar nos amores nossos ninhos
Aquecendo meu corpo já cansado
Meu amor sempre pende pro teu lado
Sem ninguém inclinar nossos caminhos


Poetisa Mariana Véras

Na deixa do mote eu disse:

Coloquei nosso amor numa balança
Pra medir o peso da distância
Mas, a 'Filizola' nessa ânsia
Falhou na medida da confiança
Nosso amor é sublime, é segurança
Nosso querer é um viver juntinhos
E viver, tu e eu, os nossos aninhos
Pra ficar 'inda' mais equilibrado
Meu amor sempre pende pro teu lado
Sem ninguém inclinar nossos caminhos

Pedro Torres

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...