sábado, 17 de novembro de 2012

Guardo ela na lembrança Lembrando que sou feliz.

Conto os segundos nos dedos
Quando estou distante dela
Quando saudade em mim revela
Sua face de mil segredos
Para não dar asa a medos
Eu corto suas asas vis
Pois medos tão infantis
Não demonstram confiança
Guardo ela na lembrança
Lembrando que sou feliz.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...