terça-feira, 6 de novembro de 2012

Ao acaso

Procurei uma rima para menta
Quando menta nem tava no cardápio
A distância entre nós é um larápio
Do amor que a gente se alimenta
Um abraço de perto represanta
Muito mais, que sonho de poeta
É trabalho a cumpir, é uma meta
De morar com você seja onde for
Só pra estarmos juntinhos do amor
Que a nossa metade complementa

A distância entre nós só sedimenta
Saudades com poder de criação
Nos aguça as papilas da paixão
Desses versos que a gente se alimenta
Essa força atrativa e violenta
Que nos deixa o poemar açucarado
Todas rimas de amor são um recado
Reduzidos a versos em um tom
Se um cheiro ao acaso já é bom
Imagina um cheiro bem pensado?!

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...