domingo, 2 de setembro de 2012

Graphos

Vou caminhando pelas veredas dos versos
Mil poetas falam ao meu ouvido
Ouço os baixos acordes sustenidos
No tirinete da viola do universo
Digo coisas, falo coisas sem pensar
Transmitindo uma mensagem de outrora
Parecendo a rima a dedilhar
Os cordões d'um amor que foi embora.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...