sábado, 1 de setembro de 2012

Confissões

Teu olhar atravessou o meu
Deixando marcas no peito
Percorreu pelas retinas
Espantou todas neblinas
Que haviam em minha alma
Deixou-me penso de um jeito
Que entortou minha calma.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...