sábado, 30 de junho de 2012

Eterno

Quero um éter qualquer
Que me tire dessa cidade
Pode ser uma música suave,
Uma brisa de manhãs primaveris,
Ou um sonho banal.

Qualquer coisa que me leve
A um ambiente de luz
Donde a sombra seja breve.
De alma nos faça nús
E nossos beijos febris.

Pedro Torres

2 comentários:

Direito à Réplica Poética...