domingo, 23 de outubro de 2011

Coração de mulher

Proseando no Facebook, o Poeta Paulo Matricó sapecou esse verso:

Ah! Coração de mulher?
Inútil tentar endender!
Terras de muitas lonjuras
Difíceis de percorrer.
Surge uma linda paisagem
Mas no deserto, a miragem
Desfaz-se, deixa de ser!



O Poeta Maviael Melo, percorreu a ideia com essa outra:


Esse tão sublime ser
De dotes tão magistrais
É a imagem do amor
Nas formas mais naturais
Estrada de encantamento
Nas trilhas do pensamento
Compreendê-lo é demais!



E isso se deu, com poetas em tirinete, investigando os mistérios, do coração da mulher...

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...